Caution: JavaScript execution is disabled in your browser or for this website. You may not be able to answer all questions in this survey. Please, verify your browser parameters.

Pela vinculação dos professores e educadores

Postal Eletrónico dirigido aos/às deputados/as da 8.ª Comissão Parlamentar da AR

Ex.mo/a Senhor/a
Deputado/a,

Sou docente profissionalizado/a, um dos rostos da precariedade que continua a ser imposta à profissão docente no nosso país. A minha vida é fortemente prejudicada nos planos profissional, pessoal e familiar porque sucessivos governos me têm recusado a estabilidade profissional que mereço e a que tenho direito.

Em Portugal continua a haver um recurso abusivo à precariedade laboral de docentes. Os governos têm-se acomodado às facilidades – ilegítimas e ilegais – que encontram nessa forma de gerir recursos humanos.

A Assembleia da República tem a indeclinável obrigação de intervir, o que responsabiliza, naturalmente, cada deputado/a e, muito em especial, os/as que integram a 8.ª Comissão.

É mais do que tempo de resolver um problema que afeta de forma muito negativa a condição docente e a Escola Pública e que continua a provocar enormes danos na vida de muitos/as docentes como eu.

Urge promover a vinculação extraordinária de docentes contratados a termo, regularizando o seu vínculo laboral; é necessário, também, melhorar a chamada norma-travão para lhe conferir a eficácia que, manifestamente, não tem.

Conhecendo e valorizando iniciativas legislativas que aguardam discussão na 8.ª Comissão Parlamentar e que poderão permitir alcançar aqueles importantes objetivos, dirijo-me ao/à Senhor/a Deputado/a, solicitando a sua intervenção no sentido de, quer ao nível da Comissão, quer no âmbito do seu grupo parlamentar, defender a justa e necessária vinculação de docentes contratados/as.

Considerando a oportunidade, estarei, como é compreensível, atento/a às posições assumidas neste importante debate que deve contribuir de forma decisiva para resolver a precariedade laboral que, lamentavelmente, continua a caraterizar tão negativamente a condição docente em Portugal.

É uma questão de justiça, de legalidade e de futuro para a Educação e o Ensino.

Com os melhores cumprimentos,

(This question is mandatory)
Nome (completo)
(This question is mandatory)
Idade
(This question is mandatory)
Número de Dias de Serviço
(This question is mandatory)
E-mail

Os dados recolhidos serão utilizados unicamente no âmbito desta iniciativa, pelo que serão destruídos no prazo de 5 dias após a sua realização.